DESISTÊNCIA


Não espero para hoje os teus sinais.
Deus me livre de fiar esperas
na ânsia expiatória de rastrear
seus caminhos indefinidamente...

que fazer desse teu silêncio que fala?
 é do teu gosto brincar de “esconde-esconde"
se o que me apetece é o “rala e rola”...

o meu melhor amor e o meu pior entulho
envio-te em bom e caprichado embrulho
da nossa página dobrada 
devolvo-te tudo


Só que não, já desisti!...

Maria Lucia (Centelha Luminosa) 


Comentários