O POEMA QUE TE CONCEDO



Poema dedicado ao poeta Juan Jaime Martín
Com carinho...





Dê-me palavras que se ufanem
nos versos que invento e dar-te-ei
um poema para o teu contentamento...


... a semente de um sentimento qual for
e a semearei no solo fértil d’alma
onde costuma nascer amor...


...o regozijo de possuir teu peito nu
para que eu o adorne com desvelo
dos afagos do negror dos meus cabelos...


venha...navegues nesse rio fluindo interminável
entre meus seios trêmulos de anseios
de um amar contínuo e cúmplice...


por que nesse poema que agora te concedo
és a inspiração
o tema e o enredo!


Maria Lucia (Centelha Luminosa)