Por aqui

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

SEMEADURA



A inquietude
vai para além dos dias
contemplação a esmo
no beiral do tempo...


reza os silêncios de cada dia
a alma pungente em noite escura
a fé surge iluminada...


pela mesma razão
se agita a paisagem em verdor
ante o zunir do vento
a chuva fina, a fruta, a flor...


agreste aroma
evola-se da terra arada
prenhe de semeadura...




Maria Lucia (Centelha Luminosa)