sábado, 20 de agosto de 2016

GOTA DE ORVALHO NA FOLHA DE NHAME




Não sei
de onde vem intrusiva
deslocando brisas
em espiral
uma gota de orvalho
a desfolhar entremanhãs
no meu quintal


pingo d’água espera
na folha de inhame
balançando ao vento
quem o ame...


a noite serena
se arvora em luares
pra se estesiar


rebrilha na gota
que triste dizia:
- é de ti, oh...Lua, esse brilho
ou me roubou a poesia?

Maria Lucia ( Centelha Luminosa)