Por aqui

quinta-feira, 21 de julho de 2016

CELEBRAÇÃO




Do teu olhar no meu ficou
a celebração do amor...


era tão envolvente
que nele,  eu me deixava...


às vezes, me perdia.
noutras, me encontrava...


não importava o mistério
embutido na irís
apenas aquela lúcida candeia
era luz suspensa
a me trespassar por dentro...


choque sútil
luminescência
celebrando a minha vida!



Maria Lucia (Centelha Luminosa)