VEM...


É pelos teus olhos, teus poros
que alcanço a tua alma e dialogo
de jeito simples e amoroso
com a tua resistência...


desembaraço a teia com paciência
desarranjo o previsível
burilo o intocável com ousadia
como uma sinfonia
sussurro a palavra amor
num longo abraço
livro-te do cansaço...


um convite orvalhado de manhãs
libera o arco íris do teu olhar
e assim me confessas o teu desejo
em secreto
por esse dia de amar...


o que mais esperas?
ponha-te nesse fogo
para te arder de modo diferente
Vem!...Viva comigo tudo
e mais alguma coisa, de repente!

Maria Lucia (Centelha Luminosa)