ENCONTRO



O teu jeito, o olhar pulcro
com que me olhas
às escondidas...



respiga claro desejo
de arrancar-me da imobilidade
da fotografia...



essa tua ousadia 
com que teces fantasias
decididamente eu gosto.



converto a solidão da minha face
em sandice, transgressão
que extravasa
no que cala...



Para ti o meu verso cria
profusão de cores e asas
e eu invento o voo...



para mim, a emoção
de trinar no teu olhar...



Maria Lucia (Centelha Luminosa)