Por aqui

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

ESTOU DE MUDANÇA...


Imagem da Internet ( Google)


Estou de Mudança







Estou de mudança
tijolos que me isolavam, cairão
a vidraça que me encarcerava, ao chão
a luz há de penetrar pelos vãos
dos escombros...


Eu tudo guardava ali
pensares e devaneios
meus amados e meus anseios
vistos a olho nu
lágrimas e risos
emparelhados
no mesmo baú...


Escorre de cada detalhe desse teto
sentimentos ambíguos
onde eu os colocava com o olhar insone
em assomos de choro
em secreto...


Na mudança, levo comigo
alguns versos truncados
incompleta poesia
o rolo compressor, de herança
demolida a antiga moradia
e com ela fragmentos meus
e dos dias, meus segredos


Liberto-me, enfim, desse degredo
tenho do que restou, o que eu sou
nesse ínterim
vou encaixotando pra mudança
o resumo intacto
de tudo o que mais versejei
dentro de mim...


Maria Lucia ( Centelha Luminosa)



Meus amados amigos e leitores!


Esse poema não é apenas o vôo de uma escrevente 
de sentimentos, tratando de mais 
um tema...Na verdade, estou de mudança mesmo, 
da residência de mais de 35 anos...para uma outra casa, outro bairro, outro tudo...Foi preciso. 
Estou num processo dolorido de desapego...e 
é nos meus escritos que encontro o oxigênio
 para a minha alma tristinha por ter que mudar-me, 
e sabendo ainda que toda a construção será jogada ao 
chão, para fins comerciais...
Daqui trinta dias estarei em outro canto...