MULHER OURO




Logo de manhã, ao acessar a internet, eis a imagem que surgiu diante dos meus olhos, recém abertos, após uma boa noite de sono, apesar de algumas dores no meu pé direito, resultante de uma torção...Oh!...Mas o assunto não é a dor do meu pé, me desculpem o lapso...Quero falar sobre  os braços abertos de Teresinha Guilhermina , para a vida, para o mundo, dessa venda colorida aos olhos, e do sorriso lindo, aberto e triunfante!!




Quem é ela ?

Atletaparaolímpica velocista brasileira, Terezinha Guilhermina nasceu em uma família humilde, em Betim, MG., a 03 de Outubro de 1978, com mais doze irmãos, sendo que cinco deles, também portadores de deficiência visual.

Terezinha possui uma deficiência congênita, a retinose pigmentar, que com o tempo a fez perder a pouca visão que possuía ( cegueira total)

Entendendo os critérios de classificação:




A letra "F" (de field, em inglês) é utilizada para provas de campo, como arremesso, lançamentos e saltos.
A letra "T" ( de track, em inglês) é utilizada para corridas de velocidade e fundo. Quanto menor a numeração, maior o grau de deficiência.
Terezinha Guilhermina na T11nos 
100m ( Foto: Fernando Maia
Fotocom.net)
11a 13: deficientes visuais- 
20: deficientes mentais-
31 a 38 : paralisados cerebrais (31a 34 para cadeirantes)
40: anões -
41 a 46: amputados e outros
51 a 58 : competem em cadeiras ( sequelas de poliomielites, lesão medular  amputação)

Fonte: http://globoesporte.globo.com/

Por que escrevo este texto, trazendo informações iguais e até buscada nos sites esportivos ?

É porque nada em termos de notícias pelos meios de comunicação, me emocionou tanto quanto a história de Terezinha Guilhermina, sua luta, sua força e coragem,  e atitudes surpreendentes nessa competição.

Competindo na Paralimpíadas , essa mulher encantou-me de diversas maneiras; além do 
exemplo de superação, por si só, de lançar-se na vida, confiante, lutadora e entusiasmada, Terezinha Guilhermina, num gesto solidário, de uma significação acima e maior que o meu entendimento e compreensão, abre mão da disputa  pelo Pódio nas 400m, na terça última , dia 04 de Setembro, quando o seu atleta-guia Guilherme Santana, cai na pista. Essa guerreira viveu um momento de drama em sua carreira no atletismo.  - "Resolvi cair com ele" - explicou a atleta mineira, com o tempo de 1 m39s73, completado após esse seu gesto inesquecível, e emocionante.
"- A gente forma uma dupla. Eu não tinha noção de onde estava na prova. Quando vi que o Guilherme soltou a cordinha e caiu, resolvi cair junto com ele. Eu o perdôo, com certeza. Agora é pensar na minha próxima prova - dissera ela , que voltaria com seu guia  à pista do Estádio Olímpico na quarta feira ( 05 de Setembro) para a conquista do ouro nos 100m T11, ao se classificar com o melhor tempo nas eliminatórias.


Muito mais do que uma conquista pelo ouro, eu vislumbrei nessa mulher  luminosa, a força, a garra, a luta, o esforço, a solidariedade, o entusiasmo, a ética. Uma beleza singular própria dos que não se deixam  abater pelo desânimo,  cair pela fragilidade de caráter ou física, pelo desamor pela vida, pelo desistir ante as dificuldades que a vida apresenta, mas a  dos que caem junto, ombreando com o outro, para depois se erguerem juntos em busca do ideal almejado!

Mais do que a velocidade nos pés, para mostrarem ao mundo a força e a capacidade de que são capazes, é o uso da VONTADE dinamizada, para buscar a vitória sobre si mesmos, sobre as limitações!

Os braços generosamente abertos de Terezinha, se me representa o abraço radiante à Vida , nos falando que somos muitos maiores que as nossas dificuldades.

Os olhos, vedados, nos fala da clarividência luminosa que possui a lídima Confiança em si , e na força da Vida!

O sorriso encantador, brilha mais que o ouro  que trouxe para o Brasil,  diz muito da Alegria genuína da volta por cima, da sensação única que é a de vencer a si mesmo.


A Solidariedade ao atleta-guia, Guilherme Santana, parceiro de ouro, tão luminoso quanto a luminosidade dos anjos que todos devemos ter ao lado, por certo...



Como conseqüência da interpretação  que eu fiz da imagem dessa "Mulher Ouro", busco compreender o sentido desse exemplo de confiança e superação, e que acaba me trazendo o que tanto tem faltado nos seres humanos, como virtude fundamental - a Esperança!- Fundamentada em princípios tais como a solidariedade, persistência e amor.




Quem me lê agora o expressar da minha emoção pela imagem inesquecível  de Terezinha Guilhermina,  poderá fazer uma leitura semelhante ou diferente da minha, e então, eu peço por favor, que ao comentar, pudesse falar sobre o que a foto de Teresinha lhe diz ao intelecto ou ao sentimento. Adoraria que compartilhasse comigo suas impressões, e depois, as postarei no Sementes Preciosas, quando me for possível.

Muito obrigado.

Maria Lucia ( Centelha Luminosa)



Comentários

  1. A cada medalha ganha por essas pessoas, eu fico emocionada, pq eles
    são de muita força e garra, e a luta é maravilhosa parabéns pelo belo post
    Abraços com carinho
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá!Boa noite!
    Maria Lucia Centelha!
    ...quando nós passamos por dificuldades na vida,preconceitos, limitações, quando lidamos com o extremo, com a necessidade de superar qualquer momento, não temos poder de superação igual...indico Luiz Henrique Medina (Kaike) e de seu livro “Meu lar Minha escola Minha vida”, que nos mostra que não há limites para o cérebro, mesmo que nosso corpo apresente limites físicos...
    Obrigado!
    Bom feriado!
    vou..porque tô longe,mas volto!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Me emociona esse gesto dela.Lindo teu post e homenagem!! Adorei, muito merecida!! beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Te desejo um super final de semana!
    muita alegria para vc

    ResponderExcluir
  5. minha flor, cair junto!
    coragem e cumplicidade nada mais, mas o bastante para a superação humana.

    Bjoks

    ResponderExcluir
  6. Lu, querida.

    Tudo bem? A sua sensibilidade é divina. Que a semente preciosa que existe aí continue irradiando os nossos dias.

    Quanto ao que senti, vou te dizer que a minha percepção foi da minha limitação de não enxergar além de mim. Lembrei de Saramago em Ensaio a Cegueira e que enxergar é mais que o reflexo, diria que é decisão de vida.

    Hoje pela manhã um amiga que tem um projeto social me explicou que a finalidade da sua vida era permitir a luz. Ela é voluntária e diria até patrocinadora de próteses e operações em pacientes necessitados. Enfim enxerga de forma coletiva e permite a divisão da luz.

    Parabéns pelo tema!

    Fica com Deus e agradece a visão de sabedoria que ele te proporcionou.

    Bom feriado lindona!

    ResponderExcluir
  7. Amiga M Lúcia, a Teresinha é um ser especial; especial não no sentido das limitações físicas desta existência, mas, especial pelo caráter e pela fibra que caracterizam o seu espírito. Você também é um ser especial, pois, tem a sensibilidade de postar este belo exemplo.
    Um abraço. Tenhas um ótimo feriadão.

    ResponderExcluir
  8. Uau, nem sei o que dizer amiga, pois vc me reportou a sua emoção qdo escreveu a postagem, penso que a imagem dela nos ensina a não desistir dos nossos sonhos independente dos obstáculos, por que qdo os alcançarmos será como fazer um termo de compromisso com a vida dizendo que valeu a pena! Adorei a homenagem inspiradora! Bjoooss

    ResponderExcluir
  9. Lulu, lindona!
    Maravilhosa postagem!
    É fato que pouco se fala ou divulga de uma paralimpíada, infelizmente, como se tivesse mesmo, menos importância...

    Belo exemplo dessa mulher guerreira, forte, vitoriosa!
    Confesso para ti que não assisti, mas você contando tudo, me emocionou, pois você conta sempre com essa veia poética que Deus te deu, e fica tudo tão mais bonito e sensível.

    Beijos e ótimo feriado!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Lú.

    Quem entende o real sentido da vida e de tudo o que passamos, busca superar-se, transpor os limites, vencer as "impossibilidades", reescrever o "destino". Enquanto isso, outros tantos, ditos "normais", seguem tropeçando nas próprias pernas, ébrios de ilusões e apercepções do porque de estar aqui. Deficiência se supera com eficiência, essa é a grande lição que nos oferece ela e os outros tantos para- atletas que não se acomodaram na autocomiseração, não se entregaram à revolta ou a lamentação, não se atiraram no vício nem se aclimataram à depressão.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  11. Querida amiga

    Esta é a notícia
    que nos traz orgulho
    de ser humano,
    e de saber-se humano.


    Vamos semear esperanças pelo mundo
    com os nossos mais bonitos sonhos.

    ResponderExcluir
  12. Uma das grandes bênções da vida
    é a experiência que os anos vividos nos concebem.
    Aniversariar é uma amostra das oportunidades que temos de aprender a contar os nossos dias.
    mais uma janela e abre diante dos meus olhos,
    mais um espinho foi retirado da flor,
    restando somente a beleza de tão bela data.
    Com fé, na esperança e no empenho por ser melhor a cada dia.
    Seguindo pelos caminhos da verdade e do amor.
    Um dia encontrarei o mais belo jardim, o jardim que representará a realização
    dos meus maiores sonhos.
    Com saudades .
    desejo um feliz final de semana
    venha curtir meu aniversário.
    Beijos na sua Alma,Evanir.


    Sem duvidas sua postagem foi gratificante ler.

    ResponderExcluir
  13. Linda foto e que emociona!!!
    Beijos querida e bom fim de semana!!

    ResponderExcluir
  14. Esse é o espírito que todos deveríamos ter. Às vezes achamos que temos problemas demasiado grandes, e desanimamos, reclamamos. Bate uma vergonha quando vejo algo assim, e repenso tudo de novo. Sou falho, mas sei que posso dar mais de mim.
    E o que ela fez pelo parceiro, foi algo admirável. É algo assim que falta nas amizades de hoje.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  15. Paralimpíadas ou Paraolimpíadas (prefiro essa, mas mudaram este ano), não importa. Se existem competições onde a essência do esporte fala mais alto, superando obstáculos e desafios, são estas que estão sendo disputadas em Londres. Verdadeiros campeões, só de estarem lá. O resultado final, pouco importa. Claro que se vier banhado a ouro, ninguém vai reclamar. Parabéns, Terezinha. E parabéns, querida Lú! Você soube refletir toda a emoção sentida por milhares de brasileiros, ao ver mais esta conquista. Atletas que fazem muito mais bonito que muitos marmanjos do nosso futebol, ou demais modalidades olímpicas.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá!Boa noite!
    Maria Lucia Centelha!
    Grande amiga e parceira!
    Tudo bem por aqui?
    Obrigado pelo carinho dedicado ao meu blog!Coração enorme e lindo!
    Bom final de semana!Paz, luz e amor!
    Beijos
    vou...fui

    ResponderExcluir
  17. Oi Lu
    Achei lindo o post! Vc homenagear uma brasileira lutadora, uma verdadeira vencedora, que venceu todos os obstáculos, desde a pobreza, a cegueira, ela caiu, literalmente, e conseguiu. Ela merece ser homenageana, pena que os governantes estão interessados em outras coisas, mas vc é sensível. Quem sabe um dia ela saberá que uma pessoa maravilhosa chamada Maria Lúcia a homenageou em seu blog?
    Bjão querida amiga. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  18. Olá querida amiga, que linda historia de superioridade, mulheres guerreiras e capazes de enfrentar o mundo apesar de suas limitações e ela foi além.
    Parabéns pelo lindo post.
    Beijinhos e um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  19. Olá Lu,
    Passando para desejar uma ótima noite de sábado e um excelente domingo.
    Magnífica postagem, em verdade, fenomenal, parabéns!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Olá Lu,
    Passando para desejar uma ótima noite de sábado e um excelente domingo.
    Magnífica postagem, em verdade, fenomenal, parabéns!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  21. Oi Malu! Emocionado, arrepiado com a história e o gesto solidário desta moça. Estas pessoas são especiais, quando são privadas de um sentido crescem na alma. Isso me faz lembrar que em uma paralipiadas anterior, não lembro qual e infelizmente nem me lembro o nome da atleta, só sei que era brasileira. Ela ganhou mais de uma medalha de ouro e quando conquistou a segunda se dirigiu aos seu atleta guia e colocando a medalha em seu pescoço disse: - Esta é sua , você correu comigo. Histórias como essas são um grande exemplo a todos nós. Parabéns pelo momentoso tema postado. Amiga eu vim aqui, e agora vou, mas prometo voltar sempre. Saudações Poéticas - Mario Neves.

    ResponderExcluir
  22. Uma das coisas mais injustas que vejo é a pouca cobertura que vejo as televisões darem as paralimpiadas, me da uma tristeza! Por outro lado da uma alegria ver que tem gente sensível as realizações dessas pessoas incríveis...

    Post maravilhoso, vim aqui falar da blogagem e encontro esse verdadeiro presente em forma de post!
    ______

    Agora sobre a pergunta que vc me fez lá na Caixa:

    O sistema da blogagem é assim, como o tema é uma pagina de diário, vc
    tem que pensar em algo que vc escreveria em seu diário, um conto, uma história de sua vida que vc queira contar, uma divagação dessas que a gente tem vez ou outra, vc decide, o importante e publica aqui no dia 13, próxima quinta, quando você publicar vai lá no meu blog e deixa o link do post para que eu e as outras pessoas que vão participar possam ler seu texto e
    comentar!!! Só isso!! :)

    ResponderExcluir
  23. Minha querida

    Por vezes é de quem tinha mais motivos para reclamar da vida que recebemos essas lições de força e determinação.
    Uma homenagem muito bela e emotiva.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  24. Ola, Maria Lucia.
    Hoje em dia, quando se vê tanta gente reclamado de coisas fúteis, como ônibus lotado ou clima ruim, muitas histórias como a dessa maravilhosa atleta nos fazem ver que existem pessoas que simplesmente não ligam para os obstáculos que surgem à sua frente.
    Realmente, o mundo precisa de mais pessoas como essa.
    Abraço, Maria Lucia.

    ResponderExcluir
  25. Somente agora pude vir te visitar e ver este post incrível!
    Eu "acompanhei" as paraolimpíadas através de uma parceira no Facebook que é atleta e postava direto todos os detalhes, a paixão com que relatava nos deixava orgulhosos e animados com esta modalidade especial.
    E especial, não no termo de limitações, onde Terezinha demonstrou que especial é ter altruísmo ao cair junto com seu colega, especial por não desanimar, especial por chegar onde chegou com muito merecimento.
    E seu post, ficou também muito especial.
    Espero que esteja melhor da sua torção, o problema das torções é que, se não for feita uma boa fisioterapia, tem a tendência das reincidivas.
    Tudo de bom pra você parceira.
    Uma ótima tarde e noite de quarta-feira.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua presença e comentários
são PRECIOSOS pra mim!
Obrigada!

BJossss