Taí...






Taí!
Eu avisei (a mim mesma)
que  isso ia acontecer.
e aconteceu não sem
espantosa surpresa
o desabar em mim
da chama do teu olhar
pra me colocar inteira acesa!



Já conheço os meandros 
que nos levarão a uma história 
de amar
o toque suave dos teus dedos
 em minha nuca é sinal inequívoco
que me acalenta
o fatal ponto sob os meus cabelos
a confirmar presságios à flor da pele
em meus pêlos em arrepio
do teu hálito de menta...


Taí!
A tua lembrança agora é algema
prisioneira que estou no teu caminho
é inútil resistir ao apelo que me arrebata
ao teu fruto saboroso que me atrai
pra sugar o suco espesso que me “mata”
enquanto adoça a minha vida!


De onde estás, dá-me de ti, como oferenda
e terás de mim, o mel no nascedouro
que te dou de mim como um tesouro!

Maria Lucia (Centelha Luminosa) 




Comentários

  1. Lu!!!!!!!.....nossa, derreti............ai meodeos

    ResponderExcluir
  2. Lulu, lindona!
    Taí um poema belo!

    Fiquei pensando nas inevitabilidades, e o quanto nós mulheres muitas vezes prevemos sentimentos e desenrolar de nossas próprias histórias sentimentais, mas...
    taí..., prevendo ou não, nos deixamos levar, justamente porque é inevitável!

    Parabéns mulher-sensibilidade!

    Beijos e ótimos dias!

    ResponderExcluir
  3. Taí...LINDA e intensa poesia ! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Intuição feminina é muito forte, principalmente no amor! Lindo amiga! Tem sorteio rolando no Blog, te espero lá! bjoooooooss

    ResponderExcluir
  5. Olá!Boa tarde!
    Tudo bem?
    Maria Lucia Centelha!
    Minha grande parceira e amiga de dueto!
    ...o homem parece que adia o inevitável muito mais que a mulher, e o modo expressivo como as mulheres agem, combinando seus sentimentos com a sua intuição conferem ao amor uma resolução dentro de um bloco de pedra que,muitas vezes, as fazem, não continuar insistindo num erro...mas, o amor, ora bolas... é inevitável!
    Boa quinta feira!
    Beijos
    vou..mas espero!

    ResponderExcluir
  6. Concordo com a Cecilia...taí nos deixamos levar, adorei.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Lú.

    Taí! Mais um belo escrito, repleto de sentimento, transbordante de inspiração.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  8. Lu querida,


    Lindo texto! Sempre tive medo de ficar presa dentro de mim mesma. seria como encarcerar a alma. Essa prisão pode não ter grades, mas se o permitimos o veredito perdermos o embarque do sonho em ser feliz. Paredes invisíveis ameaçam quando o outro se vai.

    O seu texto me comoveu e lembrei de tantas muralhas que estão lá há muito tempo.

    Só te agradeço pela amizade e carinho constantes. Eternamente grata, minha amiga.

    Beijos nas três gatas!

    ResponderExcluir
  9. Lu, este poema é sonho, sonho de paixão, e uma paixão de sonho, que quando acorda, sente ainda mais...

    Calei, e sonhei.

    um beijo!

    ResponderExcluir
  10. Uaaaaaaaaaaallllllllll
    Muito bom! =D
    Um português refinado, erótico sem vulgaridade e intenso.
    Voltarei mais vezes...
    Bjuuus
    =]

    ResponderExcluir
  11. Maria Lucia,
    Você, como sempre, me encanta com seus poemas pela criatividade e originalidade.
    Um beijão!

    ResponderExcluir
  12. .


    Eu não faria nada para perder
    o foco dos seus olhos...

    Beijos,

    Palhaço Poeta







    .

    ResponderExcluir
  13. Mais um belo poema que nos ofereces:)!
    Bjo

    ResponderExcluir
  14. Oi querida,

    Taí... adianta avisar? (rsrsrs).

    Um belo poema! Inspiradíssimo!

    Amei.

    Ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Curto muito poesias, adorei seu espaço, estou te seguindo

    ResponderExcluir
  16. Olá amiga Maria Lucia! Como uma centelha, não tão luminosa como a sua, eu corto como um corisco os céus do mundo blogueiro e venho aportar em sua majestosa página para provar o maná de seus poemas. Pensar que palavras dentro dos dicionários são apenas vocábulos soltos. O poeta porém os coleciona e os retira dos alfarrábios e lhes sopra a emoção e sentimento construindo a terna poesia.Estas palavras que você escolheu no dicionário e colocou em nossa tela ganharam magia e sentimento emocionando quem ama e lê o que você escreveu e sente como se fossem suas próprias. Ser sensível é isso ai, tocar o coração de seus leitores com palavras aquecidas pela sua alma e que falam ao coração de todos de maneira singular.Um lindo final de semana grandioso em todos os sentidos. Saudações Poéticas - Mario Neves.

    ResponderExcluir
  17. Olá, Maria Lucia.
    Belíssimo poema, parabéns.
    O amor verdadeiro é mesmo assim, passamos a viver junto da pessoa amada como se fôssemos um só.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  18. ola, voce tem tantos comentários que provavelmente nao irá ligar para o meu convite, mas vim pedir lhe para passar pelo meu espaço de poesia e me dizer o que acha.. http://assombrado-mc.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua presença e comentários
são PRECIOSOS pra mim!
Obrigada!

BJossss