Por aqui

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

DECLARAÇÃO



Invento o amor
crio um poema
você teorema...

A minha intenção
é deixa-lo saber
da minha paixão...

São tantos rascunhos
de textos guardados
pois, nas entrelinhas
eu lhe assinalei...

Eu sei que você 
não percebeu
o amor aglutinando 
o sol e a lua
Por isso 
eu preciso lhe falar
que pensar em você 
desperta-me o desejo 
absurdo de lhe amar...

Ainda hei de me despir
de todo pudor
pra me vadiar de coragem
e lhe declarar 
o meu amor...

Assim, lhe direi num instante
que entre o ontem e o amanhã
dar-te-ei o agora 
de beijos constantes!


Maria Lucia ( Centelha Luminosa)