E S P I R I T U A L I D A D E





Eis a minha participação da Blogagem Coletiva
com a temática Espiritualidade.
Agradeço a todos que concorreram para que 
esse evento pudesse acontecer nesse dia 06 de Julho de 2012, quando nós blogueiros participantes ou não, temos a feliz oportunidade de interagir, mais uma vez!





"Conhece-te a ti mesmo" - eis um dos maiores enigmas da milenar epopeia humana, inscrito à entrada do templo de Delfos, que serviu a Sócrates na construção do seu edifício filosófico.
Instigante!
E questiono : o que tem a ver comigo, como proceder para o conhecimento de mim mesma?


De onde vim? 
Para onde vou? 
Qual o objetivo da vida ?



Cravado nos subterrâneos do Ser ao longo da evolução humana este pensamento , se faz convite permanente, para que a espiritualidade, atributo que faz parte da essência do ser humano, desperte pouco a pouco para  retirar a materialidade do vazio existencial em que muitos ainda estagiam, levando a conscientização de que todos  somos  partes integrantes do Todo.



A impermanência das coisas da vida, me faz perceber que a todo instante, um "algo" completamente novo, promove o ligar da minha essência ao momento presente, até que eu sinta o poder evolucionário da vida, progredindo incessantemente ao infinito. É o desatar os nós das amarras do dogmatismo, para que eu possa interpretar a realidade apenas como sombra do mundo real, onde tudo é cópia imperfeita, inclusive eu mesma...



Às duras penas com a experiência, percebo que a espiritualidade é um sentimento interno, que dissemina, que unifica e irmana a todos os credos e culturas. E, mais ainda, é poder vivenciá-la dentro dos limites do meu corpo perecível, e manter sempre a visão além das aparências, que é o que me afasta das observações e opiniões superficiais, para fazer prioridade minha, o contemplar do mundo das idéias, onde o Belo, o Bom, e o Bem, cujas luzes  me libertam aos poucos da escuridão da ignorância, recordam Platão, em seu Mito das Cavernas.


Quem mergulha na própria transcendência, não deseja mais acalentar idéias errôneas de si mesmo. 


Como a lagarta que abandona o casulo escuro onde fez a sua alquimia se preparando pra alçar aquele tímido e glorioso vôo, não se agarra mais a materialidade como única forma de vida, não toma mais o efêmero pelo duradouro, o relativo pelo verdadeiro, porque a sua vivência interna, com reflexos na externa, é a metamorfose elaborada dia após dia, em contato com sua natureza espiritual.

Sabe que não pode mais fechar os olhos para a sua espiritualidade intrínseca, porque a enxergou dentro da  noite escura do seu conflito existencial, quando se sentia excluída do Todo, e depois disso, a única coisa que pode aspirar é a luz em si , e que por fim, prevaleça.


Não se trata da religião, mesmo porque ela ainda traz atavismos que subordinam  a minha fé aos símbolos e ritos; mas a  religião cósmica, do "religare" com a Divindade, que faz com que eu me sinta integrada ao Universo em harmonia, para exteriorizar a centelha luminosa que provém do Foco de Luz Incriada,  que é Deus!


Tenho aprendido, que venho em peregrinação milenar,  transmutando a consciência , desde os estágios nos mistérios das rochas, nos raios do luar na noite escura do meu EU; da sensibilidade da flor; do nascer dos instintos em minhas entranhas, que me devoram as carnes em conúbio insaciável de coitos sem amor; no vôo da águia a singrar os espaços, ensaiando os rudimentos das primeiras sensações de liberdade, para depois, perder-me nos labirintos das quimeras, em adoração aos ídolos de pedra, quando o fio de Ariadne me conduz ao Iluminismo da inteligência pra bradar ao  mundo: "Penso, Logo Existo"!... Ainda assim, tendo o intelecto iluminado, a lâmpada excelsa  do Amor, permanece apagada...


Criei a filosofia estúrdia de materialismo que gerou competições crueis, escravidão e exploração indigna, monstros do egoísmo e do orgulho, do ciúme e da inveja, para mais tarde ter de encará-los dentro de mim mesma, entre as minhas necessidades e os meus descontentamentos, esquecida da mensagem iluminada D'Aquele que se fez Mestre e Modelo para a Humanidade, a exortar: "Olhai os Lírios do Campo"...*
E, por fim, desencantada na selva da mediocridade, vi-me aplaudindo ídolos de carne, aos quais me inspiravam para poder sobreviver...


- Sinta o toque da tua espiritualidade que te busca - ecoa serena e doce,uma voz na acústica do meu Ser-
Contemples a luminosidade da Centelha que tu és, para impregnar-te daquela fé inabalável que a fará "encarar a Razão, face a face em todas as épocas da Humanidade"*
Mas, ame!...Pois que o Amor te conectará com a Fonte da Vida, e te fará sintonizar com todos os seres visíveis e invisíveis, nessa nau planetária, em que navegas e, reconhecerás que és tão passível de erros e acertos, quanto o teu próximo, e só assim, compreenderás a lídima das virtudes que é o Perdão, e respeitarás em cada ser humano o sagrado direito de ele próprio construir o seu Ser e escolher o seu pensar...
Beberás livremente do fluxo das mentes superiores que habitam os espaços estelares inspirações para a tua melhoria íntima, e a impulsionar-te a auxiliar o progresso da coletividade em que estás inserida...
Participarás da sinfonia universal que na essência é o Amor, e na prática é a Solidariedade, e assim, somente assim, não haverá mais a tortura de não enxergares Deus no teu próximo, porque deixará de doer na alma, o não amar incondicionalmente, plenamente  como tanto desejas...


Vái!...Debruça-te sobre o Livro da Natureza, e conheça, estude e vivencie...Coloca-te sob as Leis Naturais como filosofia de vida, e te sentirás Una com Aquele que as criou, e a ti também!

Maria Lucia (Centelha Luminosa)


* (Jesus)




* ( Allan Kardec)







Bloques que se comprometeram a participar da Blogagem Coletiva

Devaneios e Desvarios  

Escritos Lisérgicos 

Telinha Crítica

(IN)Feliz

As Crônicas de Von Serran

Uma Pandora e sua Caixa

Palavras ao Bel Prazer

Espelho da Alma Soninha
 

Moiselle Mad

Umas e Outras

Versos, Prosas e Colóquios

Minha Forma de Expressão

Diário de Um ano bom


Humor em Conto

Empadinha Frita

Perplexed Life

Borboleta Cinza
Sementes Poéticas .....Sementes Preciosas

Cuidando do Nosso Canteiro Interior

Revolta e Romance

Sal Page 

Inconsciente Flutuante

Paulo Cheng

Portal do Inferno

Samambaia 

 Eternamente VV

Nascida em Versos

Escritora de Artes

Divagações de Cronópio


Apenas Palavras

Espaço Zero

Meu modo suave de escrever


Relativa Seriedade

Ishitara Enluarada


Mensagens do Frei Petrônio de Miranda

Apenas Palavras

 Diários de Bordo

Café entre Amigos

Liberdade lá vou eu....

O que Meu Coração Diz
  






  

Comentários

  1. Desde já , agradeço a generosidade da sua presença, comentando favoravelmente ou não!
    Abraço fraterno e beijinhos de sempre!
    Lu...

    ResponderExcluir
  2. Lulu, querida!
    Muito belo teu texto!

    Repleto de sensibilidade, e eu diria mais, devoção. Abordaste de uma forma muito imensa, se pudesse qualificar assim, a questão da espiritualidade.
    Conjugo contigo o verbo pessoal quando se refere a espiritualidade, pois assim ela é, uma experiência do indivíduo que vai produzir tantos e tantos ecos.

    Beijos muitos e ótimos dias!

    ResponderExcluir
  3. AND THE WINNER IS...

    Oi Lu, querida!

    Essa frase, a que escrevi primeiro, vai acompanhar sua audição, que ficará leve, cheia, feliz e vencedora.
    Eu já conheço a maneira como você escreve. Não somente, hoje, porque está em Blogagem Coletiva, não.

    VOCÊ ESCREVE MESMO, ASSIM, TODOS OS DIAS.
    O TALENTO NÃO SE COMPRA, ELE É INATO.

    Logo que entramos no seu blog, se vê, se observa e nossos olhos agradecem, o distinto bom gosto na escolha da imagem e da luz, que tudo deixa transparecer.

    VOCÊ SABE, VOCÊ É CAPAZ, VOCÊ PODE.

    Li o seu extenso textosem parar um pouquinho. Nada me enfardou, porque você não escreve vulgaridades.

    Falou de Espritismo, não de religião, e aí, nota dez(10), de uma forma científica, com introdução meio e conclusão.
    Foi à Grécia Antiga procurar raízes, explicações e iso é saber fazer, é procurar os anais da História.

    Depois entrou, propriamente no tema espírito, que para mim, é alma, de uma forma tão leve e tão erudita.

    A autoestima, o poder da mente, o respeito em relação aos outros foi tema forte.
    Saber apreciar a vida e o que ela tem de bom, não foi, igualmente, esquecido.

    VOCÊ É QUASE PERFEITA, E SÓ NÃO O É, PORQUE SE CHAMA LU E NÃO DEUS.

    Parabéns pelo seu texto, pela sua criatividade e empenho que põe em tudo o que faz.

    Beijos de apreço e de carinho da Luz.

    ResponderExcluir
  4. Um texto profundo, para se refletir.Uma linda participação, parabéns.Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Muito9 lindo teu texto e participação!

    De forma leve e ao mesmo tempo profunda falaste sobre o tema. beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. Quando saimos do superficial para o transcendental em nossa vidas tudo se modifica e muito! Excelente reflexão!
    [] Célia.

    ResponderExcluir
  7. Olá,Lu!!
    O seu texto é de muita delicadeza.E como vc diz o amor nos une!!!
    "Pois que o Amor te conectará com a Fonte da Vida, e ..."!!
    beijos no core!!
    Soninha.

    ResponderExcluir
  8. Mensagem muito boa! Realmente vc nos deu uma semente, a semente da reflexao
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi amiga querida.
    Que lindo seu post,simplesmente maravilhoso,faz a gente refletir.
    Sua alma é linda. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Belíssimo texto, deu pra senti-la interiormente...

    Saudações

    ResponderExcluir
  11. Olá!Boa noite!
    Amiga..estamos sincronizados...estava para vir aqui...
    Impecável seu texto...
    ressalto que alguns pontos seus são muito convergentes com o meu pensar...desatar as amarras dos nós dos dogmas, porque também creio, que não há verdade absoluta..não existem mais “verdades” aceitas sem discussão, apenas pela fé.Isso é se algemar a uma verdade. É apenas uma conclusão lógica, que pode ser contestada, testada, e refutada.E também, creio que nós somos seres únicos. Este é o ponto de partida crucial esquecido pela maioria das religiões e crenças da atualidade. Partindo deste pressuposto, nossa contribuição à existência deverá também ser especial, de acordo com nossa natureza, nossa capacidade inata de ser, de criar, de celebrar o dom da vida...de respeitar as diferenças...já que a espiritualidade está dentro de cada um...
    Parabéns pela linda postagem...
    Bem...primeiro obrigado pelas palavras em meu blog...

    e respondendo, talvez não fui muito explícito na minha explicação, mas NÃO quis dizer que ESPIRITISMO não É ESPIRITUALIDADE, E SIM QUE ela não é PLENA quando é somente um conjunto de espíritos, ou um conjunto de ideologias vinculado ao espírito... MAS É,quando, passa a SER um conjunto de práticas aplicadas em busca da harmonia do espírito...entendeu?rsrs
    Boa sexta feira!
    Beijos
    vou...mas fico...

    ResponderExcluir
  12. Ola parabens pelo excelente texto, para testar-mos nossa espiritualidade será preciso conhecer-nos ou seja conhecer a si mesmo, dai sim seremos espiritualizados e saberemos como prestar um bom serviço espiritual, abraços fraternos.
    Vanderlei

    ResponderExcluir
  13. Entre a fé a esperança e o amor, o mais importante é o amor, dizia Paulo aos Corinthios. Parecia que lia algo assim a ver sua postagem. Muita gente ainda vive sim no mito da caverna e se nega a enxergar algo além. Só nos resta o respeito. Beijoca queridona da blogosfera.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  15. Olá querida Lú,
    É por essas e outras que a cada dia compreendo o seu nome "centelha luminosa"... Aqui temos um aconchegante cantinho de paz, luz e aprendizado constantes! Concordo plenamente com todas as suas colocações sobre a espiritualidade, evoluindo rumo ao infinito, como disse, com o verdadeiro amor...

    Parabéns querida!

    Abraços Flávio,
    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
  16. Que adianta todas as coisas que nos fazem grandes, se não tivermos amor ao próximo? Estaremos fora do mandamento de Cristo que diz que devemos amar nosso semelhante como a nós mesmos. E a Deus sobre todas as coisas.
    Concordo contigo que a nossa espiritualidade está dentro de nós e dela emana todas as nossas ações e sentimentos.
    Lindo texto Lúcia.
    beijokas doces e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  17. Boa noite...Adorei te ler, pois senti teu espirito em total transformação, evoluindo sempre
    para o caminho da Luz, verdade e vida...Belo espirito o seu, sincero, verdadeiro e puro, como puro deve ser o Amor que sentimos pelo outro, respeito e cautela com todas as crenças...Parabens!
    Bjinhos carinhosos

    ResponderExcluir
  18. O primeiro passo para ascender nosso espírito é ter consciência do que somos. Não simplesmente uma vida vazia, cheia de superficionalidade (essa palavra existe?), mas poder ver entre as linhas, ou o mais longe. Perceber que não somos únicos e somos iguais. E seguir um caminho que acreditamos que é certo.
    Acredito, como você disse, que "[...] a espiritualidade é um sentimento interno, que dissemina, que unifica e me irmana a todos os credos e culturas. " Devo dizer que foi a parte que mais gostei do texto XD.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  19. Oi Lu,
    A humanidade evoluiu muito seu pensamento, seu modo de agir e se portar como pessoas. Criou teorias e explicações para tentar entender sua posição no Universo.
    Mas nada disso adianta sem esse amor divino, que encontramos dentro de nós, nos pequenos meandros da vida.
    Infelizmente, há uma inversão de valores e falsos líderes são reverenciados e tomados como exemplo.
    Quando na verdade, o verdadeiro Líder nos ama e quer que cheguemos até Ele para integrarmos o todo.

    Belo texto. Obrigado pela visita ao meu blog também.
    Tenha um fim de semana abençoado e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  20. Lu, minha parceira Médium Evidente, ahah, eu admito que o seu post era dos mais esperados e em nada me decepcionou. Ao invés de focar-se somente em sua doutrina Espírita a qual tenho conhecimento de que é convicta, foi muito mais além disto, buscou na História e chegou a Espiritualidade de modo tão singelo e profundo que as palavras não parecem suficientes para descrever o que nos foi transmitido ao ler seu texto.
    O auto-conhecimento, como demorei para poder compreender que a minha espiritualidade não era para vir de fora e sim, de dentro, mas o auto-conhecimento é um caminho árduo... É tão mais simples fechar os olhos e se focar em uma única verdade, eu bem tentei fazer isto mas... como pode comprovar, não deu muito certo.
    Agora minha luta espiritual é entre mim e mim mesmo.
    Meus muitos parabéns pela sensibilidade e construção do texto.
    Penso que não seja necessário dizer o quanto lhe admiro como poetisa e escritora.
    Mas digo, eu a admiro. E muito.

    ResponderExcluir
  21. Olá, sou do blogsamambaia e participo da blogagem coletiva.
    estou encantada com seu texto carregado de emoção e luz.
    ler voce foi como me encontrar com um alguém que a muito esperava para me trazer a verdade.
    fiquei realmente emocionada.
    parabéns, lindo! beijo.

    ResponderExcluir
  22. Amiga linda, não pude deixar de vir aqui e agradecer suas lindas palavras sobre meu texto,Fico cada vez mais admirando sua pessoa tão amável e gentil. Sua espiritualidade aflora em suas palavras e um calor envolve meu coração. Muito obrigada por fazer a minha alma mais feliz.
    Imenso abraço poetisa linda e iluminada. Te gosto muito. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  23. lindo minha amiga, você descreveu tudo e mais um pouco de sua espiritualidade e isso foi com todo o seu sentimento, muito lindo!

    ResponderExcluir
  24. Olá Maria Lúcia,

    Vim conferir sua abordagem sobre o tema espiritualidade e gostei muito,tanto quanto ao conteúdo quanto à beleza de sua expressão.

    A espiritualidade é algo que temos que buscar em nós. Ela nos faz viver em Deus.

    Embora não participante da blogagem coletiva, publiquei acerca da "Espiritualidade e Religião". Se quiser e puder conferir, passe por lá.

    Ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  25. OI LU!
    UM BELO TEXTO, ESCRITO COM MAESTRIA E INSPIRAÇÃO, NOS LEVANDO A REFLETIR E A PARTIR DAI, PENSARMOS EM MELHORAR, COMO FILHOS DE "DEUS" QUE SOMOS.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  26. Boa noite, Maria Lucia.
    Parabéns por seu apaixonado, inspirado, leve, sábio e esclarecedor texto.
    Creio que, quando é para escrevermos sobre algo que faz parte de nós, as palavras saem com extrema facilidade.
    Eu não sigo religião alguma, e posso ver pelos textos dos demais amigos que, por mais fé que estes possuam em determinada doutrina, eles respeitam as crenças dos demais, o que me faz concluir que para eles a religião é algo construtivo e extremamente benéfico.
    A raça humana é por demais variada em costumes, formas, crenças e visões de mundo, e acho que é o amor pelo próximo que nos une, pois, sem isso, estaríamos perdidos como lágrimas na chuva, parafraseando Blade Runer.
    Nenhum de nós pode dizer ao outro o que ele deve ou não fazer ou acreditar; o caminho a ser seguido por cada um é algo pessoal e indissociável.
    Finalmente consegui postar; mandei um e-mail para um amigo explicando a situação e ele postou pra mim (a ideia me veio porque alguns dias atrás meu Facebook estava travado aqui em casa e no lap top desse amigo ele estava normal, dai resolvi tentar).
    Obrigado por sua preocupação, Maria Lucia, te deixo um abraço e te desejo um excelente domingo.

    ResponderExcluir
  27. Oi Lu....

    Muito bacana esta iniciativa desta blogagem coletiva!
    Quanta coisa a se dizer?

    Penso que cada ser em um momento ou outro é chamado para exercer a sua esperitualidade.
    Penso que não importa o caminho.. e sim a chegada.
    Cada um com sua crença de acordo com suas experiencias.
    Amei te ler...

    Um beijo..bom domingo...

    ResponderExcluir
  28. Oi Maria Lucia

    Seu texto é maravilhoso. Profundo . Sorvi palavra por palavra com muita emoção. Para mim foi uma grande lição de espiritualidade.

    Me veio este :

    Deixa o casulo
    Se transforma em borboleta
    Em busca de Luz

    Livre leve e solta
    De jardim em jardim procura
    Em cada flor sua centelha
    JESUS

    Obrigada
    Um lindo domingo para você
    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Espiritualidade é muito importante para nossas vidas....beijos de boa semana pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  30. Olá amiga, nossa, qta coisa bonita sobre a espiritualidade vc nos trouxe, muito bacana essa blogagem, e vc deu uma aula na sua participação, parabéns! Bjooooss

    ResponderExcluir
  31. Uma bela forma de perceber a espiritualidade, sua trajetória é muito interessante!

    ;D

    ResponderExcluir
  32. Gostei viajei na linha do tempo,visando o lado Espiritual,senti uma paz interior muito grande,seguindo seu cantinho,agradecendo a sua visita e ficaria muito lisonjeada se pudesse vê-la no meu cantinho com a sua doce presença;;bjs

    http://simonebastos2007.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Oi querida Lu,

    Tudo bem com você?
    Sensibilizada com seu comentário em meu blog.
    Você merece o que eu, aqui, disse e ponto final.

    Boa semana, em harmonia.
    Beijos afetuosos da Luz.

    ResponderExcluir
  34. Acredito que cada pessoa se relaciona com Deus de determinada maneira e respeito as diferenças. O seu texto não critica, ele cita correntes de pensamentos e a filosofia o que demonstra muito estudo na área. Você pediu comentários positivos ou negativos e eu posso dizer que você é culta; o texto demonstra a sua cultura de forma cristalina. Quanto aos seus pensamentos, eu respeito integralmente, conforme disse acima. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  35. Oi Lu!

    Tudo bem contigo? :)

    Bem-vinda Lu!

    Muito obrigada pela sua visita e pelo seu comentário na minha participação da BLOGAGEM COLECTIVA - ESPIRITUALIDADE.

    Obrigada também por te teres tornado Seguidora do meu blog «O Que O Meu Coração Diz». :) Também já estou a seguir o teu blog Sementes Preciosas, não porque tu segues o meu, mas porque o teu blog é uma preciosade nesta Blogosfera.

    Gostaria de saber se fazes parcerias de blogs?

    Obrigada.

    Acabei de ler a tua postagem e achei-a linda, profunda. Tu conseguiste mostrar o lado do inefável, do belo e do Divino.

    Muitos Parabéns, adorei. :)

    Um beijo grande,
    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com/

    Um dia feliz!

    ResponderExcluir
  36. Amiga Lu, gostei da descrição da nossa viagem terráquea na linha do tempo. Abração.

    ResponderExcluir
  37. Minha flor de amiga
    Vc sabe que sou apaixonada por que se fale sobre a espiritualidade.Maravilhoso.Ser feliz não é ter uma vida perfeita.
    Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.
    Usar as perdas para refinar a paciência.
    Usar as falhas para esculpir a serenidade.
    Um abela semana
    Bjs
    Ana

    ResponderExcluir
  38. Olá Maria Lucia! Hoje feriado em São Paulo, resolvi rever o histórico de meu blog e me deparei com uma visita sua a meu blog. Uma única visita mas que marca pelas suas amáveis palavras registradas lá. Um presente e não por acaso era dia 25 de dezembro de 2011, dia de Natal. Fiz esta introdução para dizer que não resiste em vir aqui, nem mesmo me lembro se já estive em vez anterior. E aqui me surpreendo com este seu texto leve em sua leitura mas vigoroso no seu conteúdo. Não vejo nele apenas palavras em seqüência, mas senti uma alma ditando com sentimento cada vocábulo.A facilidade com que disserta sobre um tema profundo mostra o quanto é conhecedora dos meandros da alma e do mundo esotérico. Maria Lucia os textos que escrevo agora soam como água com açúcar diante das palavras que você retira dos dicionários com tato sentido e intensidade. Ganhei meu feriado vindo aqui hoje.Saudações Poéticas - Mario Neves.

    ResponderExcluir
  39. Muito bom o texto! É muito bom quando encontramos algo que possa nos guiar, dentro de uma religião ou não. Espiritualidade é isso!

    :)

    Ps.: Obrigada pela visitinha lá no meu humilde blog!

    ResponderExcluir
  40. Oi LUminosaaa! Vamos ver se agora o comentário vai!? rsrsrsrs

    Chateada por ter perdido o outro comentário(que sonsa, não dei Ctrol+C)... mas, tá bom!

    Resumindo o que eu havia escrito no outro.

    Eu penso que a espiritualidade independe de religião ou igrejas, pois estas são dogmáticas, enquanto a espiritualidade, em minha opinião, é natural e individual.

    Você aborda de uma maneira maravilhosa e com enorme sinceridade sobre essa temática. Eu não poderia esperar algo menos que isso, vindo de vc, que é sempre tão sensível e habilidosa com as palavras.

    bjks JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  41. Oi Lu,

    Tudo bem? Demorei, mas cheguei para absorver os teus ensinamentos. Penso que essa espiritualidade é derivada de experiência, dor, alegria e surpresas que nos chegam a todo instante. Quem fala que conhece tudo de espiritualidade talvez ainda não seja espiritual. Onde está a razão se nâo nossos erros e acertos.

    Lindo, és preciosa!

    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
  42. Oi, Lu. Não sei o que dizer... de tão lindo que é o seu texto. Em cada trecho eu me via como a lagarta, em cada frase eu reafirmava minha crença no espírito,e me lembrei daquele momento que me resgatou a espiritualidade , porque foi exatamente aí que eu "soube que não posso mais fechar os olhos para a minha espiritualidade intrínseca, porque a enxerguei dentro da noite escura do meu conflito existencial, quando me sentia excluída do Todo..."

    Obrigada me por proporcionar ler algo tão luminoso como esse texto.

    um beijo.

    ResponderExcluir
  43. Oi Lu! Estou vindo aqui a passinhos de tartaruga para prestigiar a sua postagem do evento de blogagem coletiva e fiquei muito animada com o que vi,você fez uma linha do tempo espiritual! Ficou interessantíssimo,principalmente por você ter usado de um argumento filosófico para falar sobre espiritualidade,poucas pessoas conseguem esse feito!Eu por exemplo,tudo estava me cortando a liha de raciocinio,toda hora sendo requisitada para alguma coisa,meu texto ficou picotado como o meu raciocínio mas achoque ele cumpriu a sua função que era falar um pouquinho mais sobre mim.Enfim o seu texto é uma maravilha filosófica,já compartilhei com vários amigos meus para que eles fiquem a par de uma sabedoria tão convicta! Beijocas!

    ResponderExcluir
  44. Um post tão lindo, com palavras tão inspiradas!
    A comunhão com tudo e todos demonstrada tão bem em sua escrita. Simplesmente adorei, li e reli os parágrafos.
    Adorei sua participação na blogagem.. e o sentimento que ficou, foi o de que todos somos um.. de fato o somos.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  45. Amigaaaa! só demorei pra comentar, mas li assim que mandou, e logo que comecei a ler eu não queria que terminasse, pois fui fazendo uma viagem por onde suas palavras me mandavam...um texto intenso e vivo que excita a mente a fazer um mergulho em si mesmo. Li e reli varias vezes e cada vez me vislumbrava com uma parte, isso é você! a sua alma falando... o que traz de bom e de belo como você disse, deu uma entonação poética num texto que aos olhos de quem lê se encanta...amei e amei e vou continuar a reler um texto que é você. bjo grande no seu coração.

    ResponderExcluir
  46. Gostei muito da forma que expressou seus sentimentos e claro o seu aprendizado, mesmo não compartilhando algumas ideias, numa coisa somos unanimes sem amor nada existe, o bom dessa vida é isso mesmo cada um ter sua experiencia, isso é sublime, parabéns pela qualidade da escrita...uma noite de paz!!

    ResponderExcluir
  47. Bom dia,bom domingo!
    Foi prazeroso demais conhecer seu blog.
    Adorei os poemas,textos,tudo.
    Parabens
    vera portella

    ResponderExcluir
  48. grande prazer em conhecer este espaço...
    e sua participação neste negócio chamado blogagem coletiva,é excelente amiga...
    saudações!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua presença e comentários
são PRECIOSOS pra mim!
Obrigada!

BJossss