TEM QUE MEXER...



"Ler é,  na sua essência, olhar uma coisa e ver outra"
(Vilson J. Leffa)

“Ler, para alguns autores, é extrair o significado do texto”. Para outros é atribuir um significado.
(desconheço a autoria)


Após o evento da intensa e fantástica Blogagem Coletiva, com o tema "Espiritualidade", desacreditada por alguns, rejeitada por outros, mas com a feliz adesão e crédito pela maioria de quem gosta de compartilhar pensamentos, tenho observado o quanto o Ser humano é  generoso e possuidor de uma "bagagem" interna de emotividade e sentimentos ricos desabrochados, através dos textos em que comentam, e se expressam, pelo "toque" de compreensão que tiveram, com gentileza e amabilidade até mesmo, com ideologias com as quais não tem afinidades.

Percebi o quanto falar, refletir, e expor vivências ou não, com a religiosidade, "mexe" com a alma, com o mundo das idéias de forma sensível e apaixonada...

Observei também, pelos comentários dos amigos ao meu poema "Rua da Minha Infância", ao qual escrevi envolvida em sentimentos indescritíveis, a gama imensa de emotividades, evidenciada nos comentários dos que tiveram a sensibilidade “mexida”, retornando a própria rua de sua infância,  pelas minhas reminiscências...

 A minha observação,porém, não se restringe apenas aos comentários aqui no "Sementes...". Por todos os blogs que tenho visitado, percebo em alguns comentários que leio por lá, sinceridade e um bom tanto de emotividade.

Alguns poderiam agora, questionar sobre como posso afiançar assim tão categoricamente essa "sinceridade e emotividade”, se tenho ao meu dispor apenas algumas palavras digitadas...E, a esses, eu digo que se trata da minha percepção, experiência em Enxergar  mais do que apenas ver e ler, e "sentir"cada palavra escrita, o que certamente não irei aqui dissertar para não fugir ao foco, pois, esse campo das percepções, seria tema para uma outra postagem...

Entretanto, é possível afirmar aos que argumentam sobre como saber sobre isso ou aquilo em comentários postados, que ao observador atento, não é difícil verificar os traços de personalidade caracterizados pela forma costumeira de expormos nossos pensamentos através dos nossos escritos, e de como reagimos diante dos demais que comentam na blogosfera, ou seja, muitos de nós nos damos a conhecer a intimidade dos sentimentos e pensamentos, mesmo sem o desejar, e sem que essa postura seja racional...

Observa-se, que a blogosfera tem se mostrado um espaço que favorece a ampliação da compreensão de nós mesmos, porque antes de emitirmos uma opinião, buscamos em nós o "modelo pessoal de aferição", pelos meandros dos nossos conteúdos mentais, para a análise do texto que lemos. Entretanto, não apenas a nossa mente racional participa de nossa opinião, muitos de nós, permitimos que se rompa a barreira que separa o racional do emocional, para "sentir" verdadeiramente o que o texto em questão, sinaliza, e poder expressar assim,  o valor da sua influência sobre o nosso mundo íntimo, no que diz respeito a mantê-lo afinado ou desafinado com a proposta do texto que nos é apresentado, o que me leva à compreensão de que ler significa muito mais que interagir com o texto, mas senti-lo verdadeiramente.

Mas, quantos de nós, nos permitimos uma intimidade com o pensamento do autor ou da autora de uma crônica, ao  nos propor reflexões, ou um "navegar" pelas águas da emoção de uma poesia, mesmo uma simples frase que "mexe" de alguma maneira com nossos conteúdos cognitivos e emocionais?
Afinal, o leitor que busca  um blog, precisa além da visita habitual, ter a intenção de ler...


Como  experiência pessoal, cito as crônicas incríveis de uma amiga, graciosa cronista, blogueira muito querida da nossa blogosfera, a quem admiro, e a qual não posso citar o nome, por não ter pedido autorização prévia para citá-la, mas tanto ela, quanto os que a lêem, saberão de quem se trata, e a quem já tive a oportunidade de dizer em comentários por lá, que o conteúdo de seus textos, tem o poder de "desacomodar" algumas "coisas" acomodadas em mim, para depois ajustá-las novamente, levada que sou a penetrar no "espírito" do tema proposto, proporcionando-me  “navegar” em introspecção saudável.


Escrever, para muitos se faz uma necessidade vital, de urgência, para outros, é manifestação que faz crescer o interesse que haja reflexão contida  no texto  postado. Cada texto ou poema novo, é semelhante a uma criança que nasce trazendo algo diferente ao mundo, com a intenção implícita de "mexer", sacudir, despertar... 
Grandes idéias surgiram em textos simples, inteligíveis para todos, que não exige esforço intelectual por parte de quem os lê, e muitos deles, com a capacidade de renovar conteúdos internos de aflição e desânimo; de fazer arejar o quarto escuro das velhas idéias; de influenciar beneficamente, mas sem a pretensão de induzir leitores a crer que o escritor tem o privilégio de reter toda  a verdade

Que possamos, sim, mexer com nossos leitores,de forma instigante e alegre, criando vínculos de amizade e aprendizagem mútua, mesmo através das diferenças que nos caracterizam, em prol de um mesmo objetivo : continuar escrevendo e blogando!

Maria Lucia (Centelha Luminosa)      







Comentários

  1. Que linda imagem,
    é como se as águas me levassem junto.

    Bjoks

    ResponderExcluir
  2. É sempre interessante ler pontos de vista diferentes do nosso, posso dizer que temos pensamentos diferentes, o que não quer dizer que não aprecio a qualidade de seu texto eu simplesmente me defino como pessimista.
    Voltando ao seu texto gostei muito quando você fala sobre como escrever permite a compreensão e autoconhecimento. Concordo plenamente e a questiono em uma singela provocação a criatividade não viria do sofrimento?
    Parabéns pelo texto.

    http://osdeusesmortos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. OLá Diego, respondendo à tua singela provocação, que aliás, instigou-me bastante, de forma agradável:"a criatividade não viria do sofrimento?"

    - Eu te respondo, que a Criatividade é irmã gêmea da Imaginação.Ambas,atributos intrínsecos do Espírito, ou Alma,e podem vir do sofrimento,sim, mas quando se conhece, ou se sabe porque se sofre, pois, esse "conhecer" traz desdobramentos infinitos para que a criatividade entre em ação. Mas, a alegria, e a vivência no Bem, também, são instrumentos da Criatividade, pelo seu poder de nos fazer interagir com todos, indistintamente. Será que agora quem te provou fui eu ? kkkk
    Obrigada Diego, volte sempre!
    Bjosss

    ResponderExcluir
  4. Lu,

    Meu amor de amiga. O seu texto revela a mulher, sincera, humana, graciosa, amiga e que acomoda outros adjetivos. Você é sábia e tenra.

    Escrever e despejar ou vomitar o coração é uma possibilidade de se olhar, perceber, ajudar e até se mutilar. Mas, acima de tudo é tentar se entender, se descritalizar.

    Por aqui tudo é possível, pois escrever não é como os olhos que revelam a alma, pois pode-se fingir, mentir. Todavia, se pode mudar ou acomodar os outros que passam por reflexões, sentimentos, desejos, enfim, vida semelhante ou diferente. Somos e seremos únicos, imperfeitos, mas solidários.

    A blogagem espiritualidade idealizada pelo Chris permitiu sim um avanço nessa nossa intimidade, que as vezes é contestada por quem não vive, não divide. Questionadas somos porque indagam que vivemos um mundo cor de rosa. Mas não importa, estamos juntos, aqui, dividindo, crescendo e tentando ler, conhecer, ajudar o outro, independente de nossa realidade.

    Temos uma amiga blogueira e querida que diz que criar expectativa é inevitável, mas tentamos não criar.

    O que desejo? Que a intimidade avance, mas se materialize como encontros, em que poderemos ir além das qualidades, mas admirar até as "pequenas qualidades" do outro e não desistir por acreditar que o caminho é longo, mas real e, será possível sermos amigos, pois íntimos já somos, pois quem quer ler a nossa alma, conhece mais do que que ignora.

    Então, minha centelha, receba o meu carinho, admiração, respeito e amizade.

    Linda!

    Beijos a vc, Lu e Rafinha.

    ResponderExcluir
  5. Li seu comentário no meu blog e voltei aqui, o autoconhecimento é uma mistura entre o desagradável (de olhar para aquilo que se quer esconder) com a satisfação e alegria de se descobrir. Provocações inteligentes são sempre bem vindas. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Minha amiga
    Para quem não sabia fazer nada no blog. Vc esta dando show de beleza. Parabéns. Desejo um domingo muito feliz e harmonioso a todos os amigos do YR. Domingo é dia de descanso, de visitar os familiares e amigos e tb é dia de começar a se preparar para a nova semana que se inicia.
    Ana

    ResponderExcluir
  7. Oi querida Lu,

    Não irei dizer que nada mais tenho a acrescentar, caso não, estrago o que você escreveu ou os comentários aqui expostos.
    Você é uma mulher muito especial experiente, com cultura académica e não só, sabe pôr o dedo, exatamente na ferida, sem tirar nem pôr.
    Aliás, não é de "panos quentes" e quando acha que tem razão, é tipo furacão, mas não faz destruição. Se afirma!

    Tem razão. Tanta coisa se depreende dos blogs e dos comemtários, que lá se encontram.
    Há pessoas, que me têm desiludido, por completo, outras, a maioria, me tem agradado, sobremaneira.

    É PRECISO LER, PARA DEPOIS MEXER COM CADA UM DE NÓS E COM TODOS, AFINAL.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  8. OI MARIA LUCIA!
    ADOREI LER ESTE TEXTO, EU, QUANDO LEIO OS TRABALHOS DOS BLOGS, PRIMEIRO,ESCREVO MEU COMENTÁRIO, JUSTAMENTE PARA NÃO ME INFLUENCIAR PELOS COMENTÁRIOS JÁ COLOCADOS,E PODER DEIXAR ALI A IMPRESSÃO QUE O DITO EXERCEU SOBRE MIM, POIS ISTO FAZ COM QUE EU POSSA SENTIR COMO EU INTERPRETEI O TEXTO, APÓS ISTO LEIO O DOS OUTROS E MUITAS VEZES ME SURPREENDO TAMBÉM, COMO UM MESMO TRABALHO, TEM INTERPRETAÇÕES DIFERENTES.
    ACHO QUE SÓ DESTA FORMA PODEREMOS CAPTAR O QUE EXATAMENTE O TEXTO NOS DIZ.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  9. Oiii amiga, falou muito bem como sempre, esse universo virtual nos instiga e nos ensina, a trova de informações, e os diversos assuntos aki tratados nos faz aprender muito ! Abraçoooosss

    ResponderExcluir
  10. Olá!Boa noite!
    Amiga, Maria Centelha!
    Seu texto está irretocável, e concordo plenamente.
    Eu penso que temos dois mundos na Blogosfera. O primeiro é o mundo em que nós baseamos em nossa percepção, na qual criamos realidades, paralelas e alheias,que nos ajuda na formulação do nosso senso crítico, inclusive os debatendo e resgatando valores, que podem aparecer como reflexos do mundo ideal...o outro mundo é o inteligível, onde através do que lemos, podemos através do contexto, encontramos toda a verdade que nos é possível , desde que lidos e
    estudados com a atenção devida ao assunto... analisados
    com a mente de quem “pensa verticalmente” antes de “pensar horizontalmente”...
    Obrigado pelo carinho da visita!
    Boa semana!Muita paz e luz!
    ah...kkkkk
    Vou...mas fico....

    ResponderExcluir
  11. Olá Maria Lúcia,

    Seu texto traduz a pessoa sensível e inteligente que você é.
    Li a maioria dos textos sobre a "Espiritualidade", bem como os respectivos comentários para poder sentir o que os amigos blogueiros estavam entendendo sobre o tema e a maneira de cada um pensar sobre o assunto.
    Percebi uma postura bem ética e respeitosa com relação aos pontos de vista externados. Isso é muito bom, pois é nessa partilha
    que refletimos, crescemos e aprendemos.
    Acredito que através dos comentários e dos textos em geral, sejam eles em forma de prosa ou verso, chegamos, sim, a alcançar a essência de uma pessoa. Sabemos quando o assunto foi lido e sentimos o que a leitura despertou em cada um, assim como percebemos
    quando o visitante busca apenas uma retribuição de visita, sem qualquer interesse pela leitura. Quem assim age está perdendo uma ótima oportunidade de levar um pouco do que foi dito e deixar algo em contribuição, ou seja, de interagir positivamente.
    Concordo com a sua compreensão "de que ler significa muito mais que interagir com o texto, mas senti-lo verdadeiramente".

    Suas colocações são muito coerentes e verdadeiras, segundo meu entendimento.

    Ótima noite!

    Obrigada pelo carinho de sempre.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Lulu, lindona!
    Teus escritos 'mexeram' comigo! :)
    Repletos de sensibilidade, instigam, e creio, que seja mesmo essa uma das missões das letras, aquelas palavras escritas que tanto nos falam e não calam: mexer, instigar, provocar um complemento. Pois isso é literatura, quando o leitor completa com sua experiência, sentimento, criando assim uma nova experiência e um novo olhar ao texto.

    A blogagem coletiva idealizada pelo Chris foi um sucesso, pois uma verdadeira comunhão de ideias, crenças, pensamentos vários; e creio, houve essa pluralidade, atingindo o mais do que se esperava.

    E os textos mexem, seja aqui no teu espaço, em outros, na blogagem..., nos fazem crescer nesse somatório de letras, quase carne, mas muito sangue nas veias, correndo em forma de frases, que nos fazem pensar e nos sentirmos plenos.

    E vendo pela ótica de quem escreve, é também a materialização do sentir-se pleno, para mim, no meu caso, tão essencial como falar é escrever, mas para além da comunicação e expressão, um ato de doação de alma para conjugá-la com outras.

    Linda você! Generosa, inteligente, gente boa, obrigada por compartilhar tua sabedoria!

    Beijos muitos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Lú
    Olha eu aqui (kkkkkk). Eu disse que viria e vim, não por obrigação, mas por tudo que você expos no seu maravilhoso texto, essa interação entre quem escreve e quem lê, essa amizade virtual, que como falei no meu blog, é mais do que isso, tudo isso me faz vir aqui e voltar e voltar e voltar, todas a vezes. Você é maravilhosa! E tem um dom para a escrita maravilhoso! É bom estar de volta à blogosfera!
    Bjão querida. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  14. Lu, retornei porque realmente, quando vim e comentei só tinha a imagem e agora deparo-me com esse texto reflexivo para nós que blogamos e somos responsáveis pelo que escrevemos e lançamos para nossos leitores.
    Mexemos com sentimentos, bons ou ruins, mas mexemos!

    Vc acaba de mexer comigo.

    Bjoks

    ResponderExcluir
  15. Olá Lú.

    Seu Blog faz parte de nossa homenagem ao dia do amigo nesse 20 de julho em nossa postagem: Blogando entre amigos. E antecipando as comemorações do dia do Blog. Te convido a participar de uma blogagem coletiva no dia 31 de agosto, com o tema: Blogando entre amigos.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  16. Olá, amiga!
    A ideia de publicação coletiva sobre certo tema é muito inteligente e relevante.
    É bom ver como muitos sentem e pensam sobre certo assunto, cada um com sua idiossincrasia.
    A blogosfera tem também esse mérito.
    Aqui há pessoas extraordinárias que merecem nossa admiração e respeito pelo sua sabedoria.
    Creio que sei quem é a referida cronista.
    Ler é o atalho para entendermos a vida, o mundo e a nós próprios, ainda excitamos nosso intelecto.

    Seu ensaio está magnífico, amiga!

    Abraços sinceros do amigo!

    ResponderExcluir
  17. Minha querida, a blogosfera é verdadeiramente um espaço mágico. Penso que é um lugar para entrarmos de um jeito e sairmos ao menos um pouco diferentes... aqui por exemplo, toda vez que entro saio com uma leveza no coração e na alma. Isso é bom! Poder sentir o que o outro escreve e podermos compartilhar os pensamentos ou até mesmo discordarmos, desde que seja com respeito.

    A blogagem coletiva foi maravilhosa! Aliás, ela foi além de minhas expectativas!!

    Grande beijo... :)

    JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  18. Lu,
    Eu tb amei esse tema e me surpreendi com essa diversidade de experiências, de compartilhamento e mesmo questionamentos e tudo isso, como vc disse, alicerçado no respeito.
    Seu texto muito reflexivo e de maneira suave adentra o nosso core.
    Bjks doces

    ResponderExcluir
  19. Lu.... tudo bem?

    Acho muito bacana e construtiva esta interação.
    Acabamos por conhecer diversos pontos de vistas e nos aproximamos mais das pessoas.

    Muito bacana esta sua escrita...
    e eu gostei muito de ler as postagens sobre a espiritualidade...
    Cada um com a sua crença...mas o ligar da chegada era sempre o mesmo
    beijos...

    ResponderExcluir
  20. Minha querida

    Escrever é mesmo isso, mexer com as emoções de quem lê, e tantas vezes nos encontramos nas palavras de outros, nos sentimentos que descrevem nos seus textos.
    Gostei muito da leveza com que descreveu os seus pontos de vista e com os quais concordo.


    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  21. Este belo escrito vale a pena ser lido e fazer uma profunda reflexão, pois encerra uma grande verdade.
    Não me quero alongar, pois devemos ser curtos e incisivos nos nossos comentários, mas digo que me revi em tudo o que aqui nos deixou.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  22. Boa noite querida amiga,
    Lindo post e esclarecedor, é uma grande responsabilidade escrever para tantos,
    o tema sobre a espiritualidade foi divino pois nunca havia conversado sobre isso com alguem,
    todos que conheço pessoalmente me viam como uma incrédula,
    o texto veio de minha alma e não de qualquer elaboração e nem de um rascunho, saiu livremente.
    Fiquei maravilhada com os textos e comentários, todos leram com atenção.
    Este mundo da blogosfera é muito rico em conhecimento e aprendemos muito por aqui.
    É sempre um prazer estar aqui, seu conhecimento da vida me ensina e muito.
    Um enorme abraço e dias espiradores a você. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde, Maria Lucia.
    Excelente análise a sua, parabéns.
    O mais complicado de uma blogagem coletiva como essa (que também acredito ter sido um sucesso) é que o assunto em questão é absolutamente pessoal, e temos de julgar os textos alheios baseados em nossas experiências apenas, sem saber pelo que o autor de cada texto estava pensando quando o escreveu.
    Como eu já falei para a Ana Cecília uma vez, a blogosfera é interessante porque nela conhecemos a alma da pessoa, mas não a pessoa.
    Também acho que sempre devemos aprender com os amigos blogueiros, e que não há crescimento sem sofrimento, ou seja, sempre vale a pena deixarmos a chamada "zona de conforto" criada por muitos, onde tudo está bem e onde não precisamos aprender nada novo.
    Abraço, Maria Lucia.

    ResponderExcluir
  24. Lulu, lindona!
    Neste exato momento estou finalmente levando teu link para colocar lá no meu blog roll hehe Distraída total! E também teu trabalho é outro que me instiga, este texto então, acho que mais que os outros!

    Beijos e beijos!

    ResponderExcluir
  25. Olá!Boa noite!
    Amiga Maria Centelha!
    ...eu comentei acima...então vou aproveitar para dizer que ao contrário da Cissa, eu desativei meu blogroll: muito aviso de malware, hot link e bugs... cansou, rsrs...o q eu quero dizer com isso, é que não consigo ver as atualizações dos blogs amigos e parceiros, a não ser visitando ou pelo GRUPO...entendeu?
    Paciência comigo!
    Boa quinta feira!
    Beijos
    vou...mas fico...

    ResponderExcluir
  26. Oi Maria Lucia
    Este texto é instigante.
    Vou voltar para apreciar com mais cuidado que você merece.
    Um lindo dia para você.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  27. Belissimo seu texto super bem escrito baseado na realidade da vida parabens !!!

    ResponderExcluir
  28. Maria Lucia

    Só hoje pude vir aqui para ver as suas postagens que acho sempre maravilhosas. Me sinto renovada diante de tão grandes poemas e textos cheios de reflexão.

    Seu trabalho me acrescenta, me emotiva e me motiva a prosseguir e constatar quanta riqueza existe aqui na blogosfera.

    Um lindo dia para você.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  29. Olá minha Queridissima Lú, consegui !

    Meus parabéns pelas suas lindas poesias e poemas, porém sempre que dá eu venho aqui para ler as suas poesias e poemas lindos, adoro !
    Você é a estrela que mais brilha e sou muito feliz por ter conhecido você !
    Sempre devemos ler e gosto muito de ler suas poesias que paro para pensar e refletir muitas vezes.
    Essas poesias mexe muito com os sentimentos.
    Que você sempre seja essa pessoa maravilhosa, linda e inteligente que você é, parabéns !
    Beijões com muito Amor e Carinho.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua presença e comentários
são PRECIOSOS pra mim!
Obrigada!

BJossss