Principiante




Trago em minha mão
pequeno arremedo de poesia porque
sou principiante
sementeira, como o vento
inconstante!

Por isso, não me peças
que cumpra as regras
dos versos, sublime encanto!

Tenho a poesia por acalentado sonho
por vezes, são apenas devaneios dispersos
mas amor nos versos eu ponho
pra traduzir o meu reverso

Semeio por aí à minha maneira
letras soltas
sementes ao vento
que germinam depois
no coração de quem me lê
terno sentimento!


Maria Lucia (Centelha Luminosa)



Comentários

  1. Amiga Maria Lucia, mais importante que a preocupação estética é a colocação do sentimento no poema.
    Um abração. Continues assim deixando fluir a emoção. Um abraço. Tenhas uma linda noite.

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente lindo e tão bem ilustrado!beijos,ótimo fds!chica

    ResponderExcluir
  3. Oi Maria Lúcia: lindo o seu poema! Vc consegue falar com a alma...Bjs, que Deus a abençoe.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu,

    Que lindo! Quando comecei a ler, pensei essa minha amiga, além de tudo de bom, é humilde com as palavras, pois com tanta sabedoria, se traduz como principiante.

    Todavia, o poema evidenciou uma mulher que nasce a todo instante como a rajada do vento e consegue se colocar frente a ventania como um sofro de vida.

    Lu, te desejo muito bem e quero que saibas que fico muito feliz com os seus comentários e poder passar por aqui para me deliciar e confortar por meio dos seus escritos.

    Um beijo em você, na Lu e na Rafa!
    Lu

    ResponderExcluir
  5. oi maria lucia
    gostei:

    "mas amor nos versos eu ponho
    pra traduzir o meu reverso"

    abrs e obrigado pela visita em meu blog, gostei muito de seus comentarios... abrs!

    ResponderExcluir
  6. É muito bom visitar seu blog, querida... beijos!
    ( essa música de fundo de hoje eu adoro... )
    Theka
    http://comigomesmasim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Maria Lucia, adorei o poema a sua maneira, o que vale é que semeia com primor e sensibilidade as palavras que saem do seu coração, e nós adoramos! bjooooss e ótimo finde!

    ResponderExcluir
  8. Ola Maria,
    Que belo poema...
    Sabe, creio que os poemas deveriam ser menos técnicos privilegiando mais a intensidade e a emoção, coisa que você acabou de fazer semeando palavras que não são de uma principiante mas sim como fazem os melhores poetas.

    Adorei.

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Crítica <--

    ResponderExcluir
  9. Olá minha querida,
    Vim lhe visitar e desejar-lhe um felicíssimo final de semana; pleno de paz e amor... Mas não posso de elogiá-la: seus poemas e poesias são de encantar até os mais insensíveis. Meus parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Oi querida Lu,

    PRINCIPIANTE? Que modéstia!
    Você semeia flores, amores, sem dores, ternura e doçura e, naturalmente, só pode colher venturas.

    Você escreve com conhecimento de causa, sem dúvida.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  11. Lulu!
    A simplicidade da semente se cumprindo em forma de poema e planta-vida!
    Belo poema!

    Obrigada pelos comentários e o tanto de risos que me proporcionaste por lá, e bem sabes porquê :)

    Beijos e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  12. Oi Lú
    É sempre um prazer visitar seu blog, seus poemas são leves, gostosos de ler, acho que eu já te disse isso né?
    E vc tem razão quando disse que solta as sementes e no coração de quem lê se torna sentimento, porque é isso mesmo, é um sentimento inexplicável e bom, quando leio seus poemas. Eu não tenho esse dom, e admiro quem o tem.
    Bjão e um ótimo final de semana querida.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá Lú.

    A poesia é o coração a falar, a alma a cantar odes à inspiração. Não tem regra, não tem métrica... Versa o verso a emoção. Somos eternos iniciantes, aprendizes. Deixe as regras, as normas rígidas, para a “poesia” frigida. De quem desaprendeu a arte do poetizar.

    Obrigado pela visita e comentário lá no blog.

    Um abração e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  14. Olá querida,

    Poesia é tudo que sai do coração.
    Gosto de sua maneirar de versar.

    Que seus dispersos devaneios se tornem sempre versos a nos encantar.

    Ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Principiante?
    Nem penses, a tua poesia é linda e agradável de se ler. Gostei muito do teu poema.
    Lu, querida amiga, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  16. Queridona, o fato é que suas palavras/sementes estão geminando e com certeza dando bons resultados.

    Essa simplicidade, tão repleta de sensibilidade é que me conquista quando venho aqui!

    bjks :)

    ResponderExcluir
  17. Olá!Boa tarde!
    Amiga que amo também...
    Tudo bem?
    ...sabe...eu penso que principiante, com simplicidade ou não, o importante é escrever com o coração e a alma na ponta dos dedos...e é o que vc o faz muito bem e q encanta à todos...
    adoro poemas, que não há necessidade de pensar e sim, em sentir fluir as emoções...
    Bom domingo!
    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  18. Se é principiante e verseja desta forma que sucederá quando for uma profissional?
    Estou a brincar, pois a sua poesia é bela, intensa e perfeita. Eu gosto!

    ResponderExcluir
  19. Olá Lu, querida!

    Grata pelo seu comentário, ou melhor, pela sua cara aberta, em meu blog.
    Eu sei que você, sempre
    é reincidente, principiante, como lhe chama, na viva, no amor, nos gostos e nos sabores.
    A sua existência e compertência já a fizeram "beber absinto ou coco", mas está ai rija, determiada e amando, de um jeito bem puro.

    PARABÉNS A ESSA MULHER, A ESSA FORÇA VIVA DA NATUREZA.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Olá Lu, lindo poema e belas palavras. Parabéns!
    Vim agradecer sua visita em meu blog, viu? amei!

    beijinhos

    http://aquifofura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Bom dia, Lu
    Belos poemas, parabéns !
    Obrigada pelo seu carinho e visita sempre em meu blog...bjs.,Araan.

    ResponderExcluir
  23. Venho desejar uma abençoada semana,
    também pedir sua presença no meu blog para
    nos unir em oração.
    Na postagem esta tudo explicado.
    Desde já Deus abençoe e seja bem vindo juntando -se
    a nos.
    Beijos no coração.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  24. OLÁ QUERIDA...VENHO NOVAMENTE LHE PRESTIGIAR..SEU ARTIGO ESTÁ LINDO...COMO SEMPRE SEU BLOG É UM ENCANTO...GRANDE ABRAÇO

    ResponderExcluir
  25. Adorei os versos. Eles são de um encanto e uma doçura ímpar.

    ResponderExcluir
  26. Um poema muito lindo, lindo mesmo. Gostei muito do seu espaço, e já te sigo.Obrigado pelo comentário, beijos.

    ResponderExcluir
  27. Olá, Maria Lucia.
    Acho que com nossos textos ocorre o seguinte: imagine se você pegou diversas sementes diferentes de plantas, as misturou bem e as semeou em diferentes lugares; não se tem como saber qual planta vai germinar em qual lugar (assim como não se tem como saber o que nossos escritos farão a cada pessoa), mas se sabe apenas que cada uma delas tem sua importância.
    Abraço, Maria Lucia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua presença e comentários
são PRECIOSOS pra mim!
Obrigada!

BJossss