Por aqui

quarta-feira, 21 de março de 2012

VESTIR-SE DE OUTONO ( Homenagem à Maturidade)



Repara que o outono é mais estação da alma do que da natureza.(Nietzsche)




As folhas caem!...É Outono!
pela janela eu vejo o campo em languidez
pujança de cheiros e cores quentes
deliciosa sensualidade da nudez
de frutos sem dono...



folhas secas ensinam com a sua morte
a amarelar segredos adormecidos
na Primavera à flor da idade
e, dos mergulhos em chuva de Verão
pra despertar novamente
nas correntezas do amor e da paixão...



hoje, o Outono dança em corpos de orvalho
comemorando nas frestas abertas
a capacidade que tem a maturidade de se vestir
da plenitude dos sentimentos libertos
quando se pode colher ainda desejos maduros
de sabores por descobrir...




Maria Lucia (Centelha Luminosa)