Diferença entre poema, poesia e verso?


Uma das das diferenças entre poesia e poema
que li a muito tempo (não me lembro onde li,
e nem o autor da mesma):



"O poema é o copo d'água que entorna
A poesia é a água derramada! "

E segundo, a opinião brilhante do meu amigo,  poeta Nilson Barselli:

"Poemas, são as minhas palavras.
Poesia, é o que os teus olhos vêem nas minhas palavras."


Também eu, sempre me perguntava qual 
seria a  diferença entre poesia e poema.
Eu pressentia que havia uma diferença entre uma coisa
e outra, mas não sabia definir, expressar por meio das palavras.Encontrei muitas definições de poesia e poema aí pela net, mas somente Fabio Rocha, de forma didática e simples, respondeu à minha íntima indagação.

Reproduzo aqui na íntegra,  por considerar a  orientação muito importante e relevante,respeitando os devidos créditos do autor.

Diferença entre poema, poesia e verso?



Questão complexa muito perguntada na internet, vou tentar responder sucintamente:


  • Poema – obra (texto) em verso, poema é a organização, estrutura das palavras. Existe por si mesmo, independente de quem o lê.
  • Poesia – qualidade poética de um texto ou obra de arte ou situação. Pode haver poesia num por de sol, por exemplo. A poesia está em quem a sente. Filosoficamente, não existe independentemente de alguém que a sinta.
  • Verso – cada linha de um poema. Também é chamado verso a forma de escrita que não é prosa.
OBS.: Poesia e poema também podem ser considerados sinônimos, pra piorar a situação. Abaixo, mais detalhes.
“Se o poema é um objeto empírico e se a poesia é uma substância imaterial, é que o primeiro tem uma existência concreta e a segunda não. Ou seja: o poema, depois de criado, existe per si, em si mesmo, ao alcance de qualquer leitor, mas a poesia só existe em outro ser: primariamente, naqueles onde ela se encrava e se manifesta de modo originário, oferecendo-se à percepção objetiva de qualquer indivíduo; secundariamente, no espírito do indivíduo que a capta desses seres e tenta (ou não) objetivá-la num poema; terciariamente, no próprio poema resultante desse trabalho objetivador do indivíduo-poeta.” (LYRA, Pedro. Conceito de Poesia. São Paulo: Ática, 1986.)
“Poesia: Caráter do que emociona, toca a sensibilidade. Sugerir emoções por meio de uma linguagem.” (Minidicionário Aurélio da Língua Portuguesa. RJ: Nova Fronteira, 1993.)
Não acho muito importante definir. Definir é limitar… E, como bem disse Quintana, “A poesia não se entrega a quem a define.”
(Fabio Rocha)

Sobre Fabio Rocha

Poeta e criador do site A Magia da Poesia.

Site : http://www.poesiaspoemaseversos.com.br/diferenca-entre-poema-poesia-e-verso/

Lembrando aqui que o mérito do pensamento e da explicação,  pertence ao poeta Fabio Rocha,
eu apenas (roubei) transcrevi do  site dele para o meu humilde blog!

Centelha Luminosa (Maria Lucia)

Comentários

  1. Centelha, Querida

    Verdadeiramente, um Manual a ser lido e divulgado no Meio Bloguístico.
    Talvez (quem sabe?) se começasse a ler Poemas com conteúdo de onde se extraísse e sentisse a Poesia... a verdadeira.
    Escrever versos, melhor ou pior todo o Mundo o faz.
    Os Dons de cada um são aqueles com que se nasce. São únicos.
    Melhorar, com entendimento, quase toda a gente pode e deve fazer.

    Um Documento de Tese.

    Parabéns, Amiga, porque te deu divulgar o Tema.

    Beijos

    SOL
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Valeu pelo texto... foi esclarecedor para muitos, com certeza. Há sempre dúvidas sobre isso!

    bjks ;) JoicySorciere => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  3. Lu, minha nova e já querida amiga,

    Sempre tive dúvidas a respeito deste tema e o esclarecimento veio bem a propósito. Perfeito!

    Agradeço-lhe as palavras carinhosas que deixou ontem em meu recanto bem como o seu lindo cartão. Adorei e me emocionei! Levei-o para o blog, mas no meu coração ele estará para sempre.

    BRIGADUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!

    Beijão.

    ResponderExcluir
  4. Há pouco tempo fiz um post parecido dando uma pequena definição entre artigo, crônica e conto (os mais confundidos!) e novela. Lógico que não ousei escrever sobre poema ou poesia, visto que para mim era a mesma coisa, mesmo tendo esta mesma impressão sua de que deveria haver alguma diferença... A única coisa que eu sabia aqui era o que era verso, e só. ahah. Portanto, não opino sobre o que não sei.
    Este post foi de grande ajuda Centelha. Acredito que você o tenha feito com a mesma intenção que a minha, orientar os leitores para na hora dos comentários, ou mesmo no momento de criar um poema ou poesia, não cometam erros muito graves.
    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  5. Lindo post esclarecedor, eu como sou leiga como muitos que gostam de escrever digo que meus textos são "poemas sem peias", assim escrevo versos objetivos com algum toque de poesia!
    Abraços
    Ivone

    ResponderExcluir
  6. Olá!Boa tarde!
    Bem! É muito esclarecedora sua postagem. Para não incorrermos em erros muito graves em relação á técnicas!Porém, penso que, o importante, é..escrever com o coração e a alma, sem cometer desatinos no aspecto literal.
    Ah! Infelizmente, tô no banco de reservas... esperando a minha chance, e quem sabe, neste jogo da vida, aparecer uma musa., para mim...
    Na paz!
    Obrigado pelo carinho de sempre!
    Te amo poetisa, também!
    Bom fim de semana
    Beijo carinhosos!

    ResponderExcluir
  7. Poemas, são as minhas palavras.
    Poesia, é o que os teus olhos vêem nas minhas palavras.
    Acho eu...
    Querida amiga, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Um esboço pedagógico das conceituações: poema / poesia / prosa / verso. Valiosa aula! Nota dez!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  9. Querida! Pra mim, as palavras que amorosa e poeticamente invadem o coração, inundando-o de sentimento e deixando um gostinho de quero mais é poesia...é amor, é poema, é delicadeza e carinho! Muito obrigada pelo teu carinho! Um domingo muito abençoado! Cheio de luz e paz! Bjo carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Boa noite amiga, confesso e nem ouso comentar sobre poemas, poesias e tudo mais, apenas as sinto com o coração.
    Um domingo fascinante como você é o que lhe desejo. Beijinhos da Verinha.

    ResponderExcluir
  11. Agradeço estas definições trazidas aqui de uma forma brilhante.

    Parece-me (a minha opinião pessoal) que poesia é a forma poética das palavras dentro de um texto que lhe conferem musicalidade e bom gosto.
    Palavras que nos levam a sonhar e nos trazem uma mensagem de alegria, esperança ou de amor.

    ResponderExcluir
  12. Adorei a tua ideia de postar esta explicação. Também tinha minhas dúvidas. Se entendi bem, poema é o sentimento colocado em palavras,a partir daí, já não mais nos pertence, transforma-se em poesia na alma de quem o lê.
    Obrigada pela informação, querida.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  13. Olá Maria Lúcia, nossa Centelha Luminosa, bom dia!
    Que aula acabei de ter, adorei.
    Um lindo domingo e beijinhos no coração e muito obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  14. E no fim, com sentimentos verdadeiros, todos nos alimentam,,,poemas,,,poesias e versos....beijos de boa semana.

    ResponderExcluir
  15. Olá amiga. Adorei essa postagem, principalmente a explicação poética de seu amigo Nilson Barselli. Realmente, poesia é o que vemos, o que sentimos, o que sonhamos ao lermos um poema. Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Excelente post, bem descritivo das diferenças.
    Gostei muito e fiquei bem elucidado!
    Boa semana

    ResponderExcluir
  17. Olá minha querida amiga, primeiro obrigado pelos elogios ao meu marido kkk mas é melhor ficar só entre nós se ele souber vai achar que não precisa mais emagrecer seus 8 kilos kkkkkk brincadeira, mas é verdade!
    Segundo adorei as explicações sobre as diferenças entre poema e poesia, eu mesma sempre me confundo com um e outro! Valeu! Bjooooss e ótimo dia!

    ResponderExcluir
  18. La poesía es lo que ven tus ojos en mis palabras..... muy cierto.

    ResponderExcluir
  19. Gostei muito desta explicação sobre os temas. Gostei do blog. Seguindo!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  20. Muito boa estas suas explicações, Como o seu blog é uma poesia eu já o sigo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Oieeee meus amigos queridos, tem PEQUENOS GESTOS , lá no GOTAS DE ESPIRITUALIDADE!

    Espero por todos!

    Beijos de Luz...

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Olá amiga,
    Muito oportuna sua postagem sobre o assunto!
    No fundo, um texto bem escrito pode parecer um poema aos olhos de quem o lê! A meu ver, tudo nasce com o fato de escrever-se bem, utilizando-se um assunto de real e grande importância e
    que leve o leitor a pensar. Um poema bem escrito, vejo-o como poesia, pois aos meus olhos, me parecer ser.
    Gostei muito do assunto abordado.
    Um grande beijo,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  24. Há muito que me interrogava também
    sobre as diferenças, portanto foi
    muito importante para mim ler este
    seu post. Pena que não o possa
    inserir no meu httpp://sinfoniaesol.
    wordpress.com
    Um grande beijinho da sempre
    amiga Irene Alves

    ResponderExcluir
  25. Querida bom dia!!

    Finalmente aprendo aqui hoje a diferença e as semelhançass entre um e outro. Gostei!
    Não sabia bem também.
    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua presença e comentários
são PRECIOSOS pra mim!
Obrigada!

BJossss