MEU AVESSO



Eu escrevo
sob a luz do alento
que ilumina a minha mão
pra aviar versos
e extrair do meu avesso
a síntese de meu universo...

É com a luz da Lua
que eu faço a minha fotossíntese
destravo a porta da imaginação
deixo a minha alma nua
e, alforrio a mim mesma!


Centelha Luminosa (Maria Lucia)



Comentários

  1. Ôi! Passando pra convidar! Tem post novo e presente muito especial! Vem! Cada coração amigo conquistado, é mais uma luzinha a iluminar a nossa estrada! Uma 6ªF radiante e abençoada! Abraço fraterno e afetuoso! Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá! Boa noite!
    Outro belo! Gostei!
    Ah! Acabou as férias! Mas, é só não esquecer dos amigos e tudo certo!
    Bom final de semana! Abençoada!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  3. Olá, vim convidar vc apara ver as novidades em meu blog,espero vc por lá.
    Muito obrigado
    Neinha

    ResponderExcluir
  4. Como não gostar deste belo poema?

    Poesia é VIDA!
    Sem poesia não há Vida!

    Bj
    António

    ResponderExcluir
  5. Tuas sementes são lindas mesmo, pra adultos de qualquer idade... Gostei da visita no sementinhas.beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. Muito lindo! VOcê escreve maravilhosamente. Concorco com a Chica(a cima), seus poemas são para quais quer idade. Eu tenho 15 ano e me inspiro muito em você. Aprendo muito visitando-a.

    Infelismente eu só poderei entrar e tualizar tudo no dia de domingo, então minhas visitas e posts serão mais escassos, mas, porfavor, quando postar algo me chame.

    Abraços!

    http://paulobouvier.blogspot.com/2012/02/spike-fera.html

    ResponderExcluir
  7. Bonito poema.
    Amor e imaginação.
    Só os simples compreendem o amor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua presença e comentários
são PRECIOSOS pra mim!
Obrigada!

BJossss