Da Solidão para o Amor


Mesmo que o tempo me distancie
daquela tarde de verão
é impossivel esquecer
o lampejo do teu desejo
ao contornar a minha boca
lentamente...demoradamente
traído, então, pela ansiedade
de um primeiro beijo...

Lembro dos teus olhos
cravados nos meus, preamar
cintilantes como um sol
após as chuvas, enxugando as gotas 
da íris do meu olhar...

Agora, já sabes
que te acolhi como quem acolhe
braçada de flores ao peito
que ombrei-me contigo
do meu jeito
na lágrima ou no suor
para a cuidadosa travessia
da solidão para o Amor!

Centelha Luminosa (Maria Lucia )



Comentários

  1. Muito obrigada pelo carinho! Ótimo fim de domingo e excelente início de semana! Bjãozão no coração! Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
    http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
    http://twitter.com/@elaineaverbuch

    ResponderExcluir
  2. Amiga, você não tem ideia de como fico grato com seu comentário. Muito obrigado.
    Quando ao poema, ele é muito bom! Suas palavras me inspiram! Abraços... Até domingo que vem!

    ResponderExcluir
  3. Também estou por aqui. Lindíssimo poema.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Maria Lucia, tem momentos que realmente se tornam eternos nas nossas lembranças, até um cheiro nos remete a elas, isso é fantástico, amo essa musica de Vitor e Léo! Abraços e boa semana

    ResponderExcluir
  5. Olá!Bom dia!
    Vou "copiar" um comentário acima...."ai, eu morro", também!
    Que lindo!
    Obrigado pelo carinho de sempre!
    Boa semana!
    Bom trabalho!
    beijos carinhosos1

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Fiquei muito agradado com sua visita e não só por isso, mas também pela imensa felicidade que me proporcionou aos olhos e a alma; esse teu poema, minha cara, é de uma beleza indescritível; tema forte desenvolvido com propriedade e qualidade poética marcante, dando-nos à imaginar as coisas acontecendo... Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Uma travessia feliz a se fazer de olhos fechados!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  8. Palavras belíssimas, sensuais...
    Gostei muito do teu poema.
    Maria Lúcia, querida amiga, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Nossa! Como foi bom conhecer seu trabalho! Intenso. Muito bem conduzido!! Gostei demais!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Este poema é uma carta de amor no dia dos namorados.
    Bela poesia, muito inspirada e cheia de sentimentos.

    ResponderExcluir
  11. Olá Maria Lúcia,
    Lindo poema, pleno de paixão e sensualidade.
    Adorei!
    Um grande beijo para você, amiga.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu, lindos versos!
    Adorei essa parte:
    "...Agora, já sabes
    que te acolhi como quem acolhe
    braçada de flores ao peito..."
    Parabéns pela beleza do poema!

    Beijão;)

    ResponderExcluir
  13. Romântico e belo.

    Estou seguindo o blog...

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Nossa o coração agradece minha amiga, este poema é de um romantismo que enternece nosso coração, dá uma saudades de tempos de outrora, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Obrigada por visitar meu blog e por comentar. Que bom que gostou de minhas poesias! Fico contente em saber. Venha sempre, é muito bem-vinda.
    Achei linda esta poesia sua, e a postada anteriormente também.
    Um abraço e bom final de semana!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua presença e comentários
são PRECIOSOS pra mim!
Obrigada!

BJossss