O BOM LEITOR (ou Bom Poema)



Não queira um poema de passagem.
Que lhe raiam as luzes no traje.
Não hesite, tem a vantagem
De saber fazer - vai e age.

Ouça!...A indiferença enleia!
A procura é bem escassa
Não há mais sangue na veia
Há gelo no homem que passa...

Se a poesia em fogo arde
Vive na forja e não morre
O bom leitor cedo ou tarde
É mão boa que a socorre


Maria Lucia (Centelha Luminosa)