sábado, 5 de dezembro de 2015

INTIMIDADE



Da nossa intimidade
guardo o adejar
do teu corpo no meu
o respirar
o cheiro
instante nosso...



ao tato
carícia desfolhada
as bocas preparadas
apenas se esbarram
com sabor de desejo
constelando salivas
para amar
excitante preliminar...



na pressa
de ir-se embora
decerto 
pra outro jardim
beija-flor
esqueceu-se de levar
o próprio voo
que agora
me pertence, pois
que voeja em mim
a toda hora



Maria Lucia (Centelha Luminosa)