ENLUARAR




Nesse meu tempo de estio 
posso anoitecer num instante...


em algum lugar de mim 
um pendulo sinaliza
que é hora de vaguear...


rastrear de luz a rua 
me orvalhar de encantos
dessegredar mistérios tantos
nas fimbrias da madrugada...


Clarear sombrios rumos
enluarar o silêncio imerso
na finitude das sombras...


Por não saber do brilho das estrelas
alumio veredas no meu peito
em tantos leitos...

através de janelas escancaradas 
para o mundo, em alvos lençõis
eu possa, enfim ..............Luarizar!




 Maria Lucia (Centelha Luminosa)