terça-feira, 24 de abril de 2012

PEQUENO JARDIM





Poema em homenagem a minha neta Rafaella, luz em minha vida. Ela tinha, então, seis aninhos. Hoje, Rafinha conta doze anos! 



Não disfarço o meu prazer em te ver
assim, com olhinhos inquietos
a descobrir, encantada o alfabeto...




observo com enlevo
os teus primeiros passos
de uma longa trajetória
nesse mundo mágico das letras
onde combinas, num instante
vogais e consoantes
ouro com diamante
no escrínio da tua memória




comparo-te à pureza 
das águas correntes que segue
o seu curso levando as sementes
ou a terra sedenta que sorve
as águas das chuvas
pra vitalizar a imaginação
onde a fantasia e o real 
se encontram em grande emoção!




vai!...minha amada criança!
semeie em ti mesma
as suaves combinações do A B C
Sentimento e Razão
juntando ao teu sentir
as letras que formam a palavra Amor




aprenda, também, a conjugar
num só fôlego ou devagar
os verbos - Amar e Aprender
docemente leve, de um nunca-acabar
profundamente no coração
pois, és ainda, na Escola da Vida
pequeno jardim ao sol do saber
que anseia pela floração!


Maria Lucia (Centelha Luminosa)