sábado, 29 de janeiro de 2011

HOMENAGEM À BATUIRA

BATUIRA

Filho de Portugal ele nasceu
na abençoada terra de camponeses, suas raízes
apresentou-se desde cedo, este Ser especial
 com seu jeito simples!

Na linha do tempo, bordejada pelas Eras
Parece que assim estava planejado
com suas onze graciosas primaveras
o menino é por esse Brasil, abraçado!

A reluzir feito estrela em terras do Cruzeiro
a humildade transforma o lar em oficina
na lida do trabalho como jornaleiro
onde estuda, socorre e ensina!

Foi na ave narceja que voa ligeira
que à sua pessoa, alguém esse nome ligou:
- Batuira !...Batuira !!
Foi assim que tudo começou...

Humanitário e idealista em toda plenitude
abriga e se doa aos irmãos cativos
e, no afã de todo abolicionista
faz do serviço ao próximo, uma atitude!

Desperto pelo Espiritismo que ilumina
da Doutrina dos Espíritos se faz fiel divulgador
na seara do Reformador também semeia
consolação e diretrizes na caminhada alheia!

Trabalha esse devotado com audácia
na escola em que a sua casa se transforma
se doa e faz do lar, albergue e farmácia
pois, tem na caridade com Jesus, uma norma!

Hoje, o teu nome de luz, a essa casa ilumina
na grandeza que a sua vida assim inspira
saúda as pobres rimas dessa poesia
a ti, Antonio Gonçalves da Silva – o Batuira!

Centelha Luminosa ( Maria Lucia )

Protected by Copyscape Online Plagiarism Detection